quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Entrevista - Hari Maia

Para iniciar nossa conversa, quando surgiu seu contato com á musica Industrial/ Noise?

Eu conheci através de um blog em 2012 chamado: “AberrantSounds”, apesar de hoje estar desativado o blog contém excelentes referências da cena como Brighter Death Now, Atrax Morgue, Folkstorm dentre outras. Quando ouvi esse tipo de som pela primeira vez eu detestei, não consegui achar um norte, não entendia nada, primeiro que ouvi foi o álbum Goatvargr – Goatvargr, aquilo realmente foi muito bom pra mim mesmo eu detestando na primeira vez que ouvi, o engraçado que hoje é o meu projeto preferido uma das maiores referências que tenho pra noise ou power com os projetos que possuo.

Você possui infinitos projetos, nos conte á respeito deste exercito sonoro que você possui?

Bom, meus principais projetos são: Hari Maia (Noise, Power Electronics, Death Industrial), Hope Every Day (DarkAmbient, Ritual Ambient, Experimental), Best Die! (Power Electronics), Viash (Martial Industrial, Death Industrial, Classical) e The DramaticTheory (Folk, DarkFolk, Neofolk, Classical). Esses são os projetos que eu lanço mais álbuns desde os dias atuais.

Fica bem explicito sua ligação com o Power Electronics, quais são suas influências?

Pois é, acho que eu realmente me ‘’viciei’’ nesse tipo de som que não tem mais volta hahahaha’. Curto muito desde sempre os projetos Genocide Organ, Folkstorm, Goatvargr, Brighter Death Now que sem duvida são minhas maiores influências com meus projetos de Power Electronics/Noise/Death Industrial.

Recentemente vejo muitos dos seus lançamentos com selos internacionais, creio eu que isso acontece devido á enorme carência de selos nacionais, estou certo ou errado perante á isso?

Não vejo muitos selos aqui no Brasil que faça o que eles fazem ou pelo menos fizeram com muitos dos meus lançamentos e de outros também, mas creio eu que aqui também tenha muitas gravadoras que lançam esse tipo de música o problema maior seria eu não conhecê-las de fato ou ninguém ter me falado de alguma antes. Estou sempre aberto à propostas externas ou internas.

Têm bons resultados com seus lançamentos? Qual dos seus álbuns já lançando que você mais admira?

Tenho sim, gosto de lançar tudo na internet para que as pessoas do mundo inteiro possam baixar e conhecer o que eu faço independente de fins lucrativos com isso. Acho que nessa fase que eu entrei agora saindo do HarshNoise e indo mais pra vibe Power Electronics todos os álbuns são bem legais, porém tem um que eu curto bastante o: “Aerial Heart”. Ele pode ser baixado pelo site Archive.org, aliás toda minha discografia está por lá, só pesquisar por “Hari Maia”.

Nós conte sobre planos futuro, CD's, shows, split's, coletâneas, etc... Algo em mente? 

Eu tenho álbuns aqui guardados esperando o momento certo para serem lançados, sim como sempre (hahahah’). Shows, espero fazer sim, sempre é bom estar apresentando para pessoas de fora esse tipo de som apesar de ser algo ruidoso ou pouco aceito no Brasil.

Obrigado por contribuir com essa joça de blog falido, gostaria de deixar sua mensagem e agradecimentos?

Ah, que isso, seu blog é foda! Agradeço mesmo a você por esse espaço no seu blog para falar um pouco mais dos meus projetos e é isso. Continue sempre apoiando a cena!

Responda rápido!
Noise rítmico ou junkieplugs? Noise rítmico
Analógicos ou digital? Digital
Materiais físicos ou Netlabel? Netlabel
Sertanejo Clássico ou Sertanejo universitário? Nenhum dos dois hahahaha
Split ou Álbuns Solos? Álbum solos mais aceito propostas de Split
Policia ou Ladrão? Nenhum dos dois, músico.

                                                               Hari Maia Live Audio Rebel

                                                Hari Maia - Manifestação (Unindo A Nação)

Facebook: https://www.facebook.com/pages/Hari-Maia/427775290596997?fref=ts
Last fm: http://www.lastfm.com.br/music/Hari+Maia

From blog: http://dissonancefromhell.blogspot.com.br/2014/08/entrevista-hari-maia.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário